O lado “legal” da Dor

segunda-feira, 25 de julho de 2011








Todo dia eu acordo bem cedo pra ir trabalhar. Acordo, em média, 6 horas da manhã todos os dias. É bom! Gosto de acordar cedo e sentir aquele clima bem fresquinho da madrugada. Mas hoje não foi um dia muito legal. Sabe, quando agente está preocupado ou atrasado? A tendência é sempre fazer tudo correndo e pela metade, né? Eu pensei: "vou ficar uns 10 minutinhos à mais na cama. Está chovendo lá fora. A cama está tão quentinha... rsssss". Só que, quando dei por mim, não eram 10 minutos que eu fiquei a mais na cama, mas sim 30 minutos. Fiquei louco; desesperado! Fiz tudo correndo e no desespero.


Qual a parte legal da história? Simples: fui tomar o meu amado café da manhã e consegui derramar a caneca de café na mesa, o qual escorreu também até a minha calça. Pronto! Mais uns 10 minutos de atraso até eu trocar de roupa. Depois disso tudo, nessa mesma correria, fui passar pela mesa e bati, com toda a força do mundo, com o meu "dedim" do pé no pé da mesa. Meu Deeeeeus! Sim, doeu loucamente! Se esse tipo de dor fosse algo que desse dinheiro, eu estaria riquíssimo agora, porque a dor foi tremenda! Deus do Céu!


O caso é o seguinte, a dor foi tremenda, quase chorei, mas não morri. Isso é Fato! E é exatamente isso que eu refleti hoje: "A dor machuca, mas não mata". É meio louco de se pensar nisso né, mas se pararmos para analisar detalhes percebemos que é verdade.


Quando falamos de dor, a primeira imagem que vem na minha cabeça é a de Jó. Sim, Jó! Jó era um homem que vivia sua vida nos caminhos do Senhor, que sabia dos seus deveres como Servo de Deus e, ao mesmo tempo, sabia o quanto de "moral" ele tinha com o Pai. Digo "moral" no sentido de ser abençoado, ou melhor, agraciado por Deus com família, saúde, bens e riquezas, mesmo sabendo que não merecia nenhuma dessas coisas.


Como já sabemos, Deus permitiu que Jó perdesse todas essas coisas: riquezas, saúde, família... Você já se colocou no lugar dele? Já imaginou: sua vida, hoje, vai às mil maravilhas, tudo no seu devido lugar - contas pagas, filhos na escola, dinheiro no banco e na carteira, saúde pra dar e vender, e de repente tudo se esvai. Tudo! Carros? Esqueça... Você teve que vender pra pagar divídas que surgiram. Emprego? Esqueça... Você foi demitido por 'corte no orçamento'. Suporte Emocional da Família? ESQUEÇA.... Todos eles se foram! É duro imaginar isso, né? Imagine: todo o suporte que antes você tinha hoje você não tem mais. Todo o suporte emocional que você depositava na sua família pra desabafar e contar suas aflições, hoje você não possui mais. Dá arrepios imaginar numa coisa dessas!


Porém, quando coisas assim nos ocorrem, só conseguimos olhar para um único lugar. Isso mesmo. Esse lugar mesmo que você está pensando: o CÉU! Sabe por que sempre olhamos pro céu nessas horas? Pois sabemos que de lá vem TUDO o que precisamos.




Estava achando engraçada uma situação um dia: trabalho com uma pessoa que se diz "ateu". Porém, quando a coisa “arroxa”, a primeira coisa que você escuta é um: "Jesus, me ajuda se não, não vou conseguir". Reparou? Até os ateus, na hora do 'vamo vê' recorrem àquele que nunca desampara. Recorrem ao Rei dos reis; ao Senhor dos Senhores, Jesus! Aquele que nos consola! Aquele que nos liberta de toda dor e aflição.


Jó, fez isso! Mesmo com uma dor incalculável, não se afastou de Deus. Imagina: em meio a uma dor incalculável, ele ainda retira forças do fundo da sua alma e diz - "Deus me deu e Ele mesmo Tomou...". Jesus! Isso sim é Profissão de Fé. Isso sim é reconhecer de onde vem o nosso socorro. Isso sim é reconhecer quem é o único digno de receber Honra e Louvores. Jó não se cansou. JÓ NÃO DESISTIU! Ele 'bateu a poeira' e rendeu louvores a Deus.


É isso o que nos falta: louvar em meio às tribulações. Só lembramos de agradecer pelo carro novo, pelo aumento do salário mínimo pra R$565, mas não agradecemos em horas difíceis também, pois "todas as coisas cooperam para o bem daqueles que ama a Deus".


Portanto, vou buscar viver a minha vida pensando que a dor é algo do agir de Deus para mim. Assim como foi na vida de Jó, creio que Deus quer fazer prosperar na minha vida, e na sua vida, o melhor dele. Acredite que não há interesse em Deus de nos ver chorar, em nos ver sofrer; há o interesse divino de nos ver arrependidos e humilhados, não na forma de vergonha, mas reconhecendo que só Cristo, apenas Ele, é o Senhor cuidador de nossas vidas!


Que Deus nos abençoe e nos faça ir além do que nossa humilde mente possa imaginar!


Wosney

@wosneysouza

Related Posts with Thumbnails

1 comentários:

หคтнყ disse...

Muito bom o post.
Parabéns.

Beju Grande.

Postar um comentário

Pessoal comentem a vontade! Só respeitem a opnião dos outros e nada de ofensas por aqui, por favor!

Deixem a opnião de vocês sobre os posts, e sempre que pudermos daremos réplicas aos seus comentários !

*Pessoal que quiser parceria vai lá no menu contato e avisa!

 
Jesus de Avaianas | by TNB ©2010